Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

16.09.20

Recomeço

chuviscado por Pingos de Chuva

Quase a fazer 2 meses que não escrevo aqui. Curiosamente, o assunto do último post era a mudança da CF para a TVI que actualmente está ao rubro com a revolução que ela está a fazer nos programas, apresentadores e até informação.

Adiante. Nestes dois meses que passaram, estive de férias 2 semanas. Ao contrário do normal, informaram-me que ia de férias 2 dias antes. WTF?!! Eu sei que este ano não tem nada de normal e que as férias estavam em stand-by mas avisarem assim, quase de um dia para o outro, é de gente que acha que são todos desorganizados com eles. Claro que disse que não podia ser pela simples razão que não podia largar tudo e abalar. Ao contrário dos meus colegas, tenho sempre que deixar serviço adiantado/feito antes (caso contrário não me deixam em paz com telefonemas) e não o podia fazer. Até porque avisaram na 6a. feira para começar na 2a feira a seguir e no fim de semana não dava para fazer nada. Fiquei mais uma semana até ter tudo organizado e depois lá fui.

Como sempre , abalei para o norte, já sem o movimento de imigrantes, felizmente. Este ano, com a história do Covid, houve muito menos gente pelo que deu para gozar o sossego. Passeios de manhã pela serra, tardes descansadas a ler ou de volta da Netflix. O tempo esteve bom, com excepção de dois/três dias de frio, nevoeiro e chuva de enxurrada. Claro que passou a correr e, mal dei conta, já estava de volta ao trabalho. As próximas, se houver próximas férias, não faço ideia quando serão mas este ano até podiam calhar na altura das vindimas. Seria um sonho passar esses dias na aldeia assim como os primeiro dias de Outono. Veremos.

De resto, mesmo sem as férias todas gozadas, o mês de Setembro é sempre de recomeço, mais ainda que em Janeiro. De volta ás rotinas, á confusão, ao corre-corre dos dias. Venha o Outono que o Natal é já para a semana.

04.09.18

De volta

chuviscado por Pingos de Chuva

De volta. Ao trabalho. Á rotina casa-trabalho-casa. Mais que em Janeiro, é nesta altura que sinto que a vida recomeça. Depois das férias, do descanso, de ter tempo para ver o tempo passar, voltamos á vida de sempre. Custa, e muito, quando no horizonte não se vêem perspectivas de mudança e como eu precisava disso na minha vida. Para compensar, esta é a época do ano de que mais gosto. O fim do verão, os primeiros dias de frio e, a julgar pelo dia de hoje, parece que já estão a chegar. Então, venha mais um ano na (pouca) esperança de que algo mude. Um dia de cada vez. Um dia. De cada vez.

01.07.16

Férias

chuviscado por Pingos de Chuva

Três semanas de férias. Calor, frio, chuva, caminhadas, muitas fotos, tardes de conversas animadas, Santo António, São João, cenas chocantes numa praia do Minho, um milagre da medicina, acto louco de uma mãe, bye bye Reino Unido, Portugal vai ser campeão, um banho gelado, Portugal não vale nada, a culpa é do Ronaldo, ponham o Quaresma a jogar, o Ronaldo é o herói, um microfone que sabe nadar, mas isto agora é só empates, as férias já estão a acabar (já!!!???) e de volta ao trabalho desde 2ª feira.

 

 

Falta muito para as próximas férias?.....

14.08.15

Conselho para o último dia de trabalho antes das férias

chuviscado por Pingos de Chuva

Nunca, mas nunca, deixem nada que tem que ficar feito antes de ir de férias, para o último dia de trabalho. Despachem o mais que puderem nos dias anteriores porque vai aparecer SEMPRE um pepino para descascar à última hora. Acreditem, sei por experiência própria. 

 

Hoje foi o último dia antes das férias e quase entrei em parafuso. 

30.06.15

Acabou. Por enquanto

chuviscado por Pingos de Chuva

De volta depois de férias. Passaram, como sempre, num instante. Mas deu para descansar, passear, descobrir recantos novos, rever paisagens lindas. E daqui a pouco tempo vêm mais.

férias junho 2015.jpg

 

01.06.15

Férias. Quase.

chuviscado por Pingos de Chuva

Há já alguns anos que começo as minhas férias no dia 1 de Junho. Este ano, só vão começar dia 15 (ou dia 13 à tarde, se tiver sorte). Por isso, não consigo deixar de achar estranho estar no inicio de Junho e a trabalhar. 

 

E outra coisa. Como vou para o norte, costumo sempre, mas SEMPRE, apanhar um tempo de m#$%"@, com chuva, frio, roupas quentes, cobertores e lareira acesa. É Junho mas mais parece Dezembro. Só quando as férias estão quase a terminar é que lá vem o calor. Todos os anos acontece o mesmo. Este ano, o S. Pedro resolveu presentear-nos com bom tempo, sol e calor. O engraçadinho deve estar a reservar o mau tempo para a 2ª quinzena... 

Mais sobre mim

A ler ao som da chuva

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Como nem sempre faço referência, as fotos que aqui aparecem são retiradas da internet excepto as minhas que estão identificadas. Se alguma estiver protegida por direitos de autor, agradeço que me avisem e serão retiradas imediatamente.