Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

04.04.18

Os incêndios de Outubro, seis meses depois

chuviscado por Pingos de Chuva

Sempre que vou á aldeia dos meus pais, faço o percurso A1-IP3. Há muito anos que conheço razoavelmente bem aquela estrada, locais por onde passa e paisagem. Por motivos imprevistos, tive que ir á aldeia este fim de semana. Não voltava lá desde as férias de Agosto, ou seja, antes dos incêndios de Outubro. E agora, quase seis meses depois, pude ver a extensão daquela tragédia. Desde a zona de Penacova até Tondela, ao longo de todo o trajecto, até onde a vista alcança, não se vê uma árvore verde. Apesar de já ter passado algum tempo e de o verde da natureza estar a começar de aparecer, apenas se vêem troncos queimados. Ao longo das bermas da estrada, ao lado de casas, nos jardins das casas. E voltam á memória as imagens que todos vimos na televisão, pessoas desesperadas com o fogo ao pé de casa. Por todo o lado se vê madeira queimada empilhada, algumas árvores cortadas mas a maior parte continua ali, como uma lembrança do que aconteceu. Ao longo dos anos houve algumas zonas que arderam mas nunca uma extensão tão grande. Uma tristeza imensa ver no que se transformou toda aquela paisagem...

 

Mais sobre mim

A ler ao som da chuva

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Como nem sempre faço referência, as fotos que aqui aparecem são retiradas da internet excepto as minhas que estão identificadas. Se alguma estiver protegida por direitos de autor, agradeço que me avisem e serão retiradas imediatamente.