Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

13.08.18

Ficam as memórias

chuviscado por Pingos de Chuva

Chegamos a uma altura da vida em que as referências, as pessoas que sempre conhecemos vão começando a desaparecer. Mesmo não sendo as pessoas mais próximas, neste caso, da família, são as que conhecemos desde que nos lembramos de existir. Vai ficando um vazio só preenchido pelas memórias do que vivemos com elas. Ontem faleceu um grande amigo do meu pai, uma das pessoas que mais o ajudou/apoiou na vida, daquelas amizades entre irmãos que só não o são de sangue. O meu pai é padrinho de baptismo e casamento de uma das filhas dele que tem a minha idade. Por isso, sempre convivemos muito. Passeios, festas, simples lanches transformados em verdadeiros banquetes pela mulher dele (que também já faleceu mas que era uma senhora com um coração do tamanho do mundo e uma verdadeira mulher do norte), viagens e tantas memórias que ficam para sempre. A vida continua. Novas pessoas vão entrando na nossa vida mas ás vezes, ao pensar em quem já partiu, dá uma saudade.

Mais sobre mim

A ler ao som da chuva

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Como nem sempre faço referência, as fotos que aqui aparecem são retiradas da internet excepto as minhas que estão identificadas. Se alguma estiver protegida por direitos de autor, agradeço que me avisem e serão retiradas imediatamente.