Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

17.10.16

Das (poucas) coisas boas da vida

chuviscado por Pingos de Chuva

Sábado foi noite de jantar. Numa tasca de lagartos (com esse nome mesmo), oito benfiquistas e uma sportinguista. Mas correu bem. Provei algo que nunca tinha comido, bife de espadarte à lagareiro, e gostei. A sobremesa, bolo de bolacha com mousse de chocolate, especialidade da casa, era boa mas um pouco enjoativa. Como era cedo, demos um salto a Belém. A loja dos pastéis já estava fechada mas descobrimos uma esplanada onde continuou a desgraça dos doces, desta vez acompanhados por chá para atenuar os estragos (ai o colesterol, dos outros que o meu é normal, felizmente). Estava uma noite óptima, sem frio nenhum, apenas aquele ar húmido. Passámos ainda pelo MAAT para admirar a beira rio e a vista do novo miradouro. Ficámos por ali à conversa e nem demos pelo tempo passar. Tão bom poder apreciar estes momentos e desligar de tudo o resto.

 

Depois da experiência "multidão" de há dias, descobri que a melhor hora para se ir a Belém é depois das 11 horas da noite. Pouco trânsito, lugares para estacionar. Pouca gente, só alguns grupos de miúdos. No MAAT também não havia muito movimento. Deu para andar à vontade, nas calmas.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

A ler ao som da chuva

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Como nem sempre faço referência, as fotos que aqui aparecem são retiradas da internet excepto as minhas que estão identificadas. Se alguma estiver protegida por direitos de autor, agradeço que me avisem e serão retiradas imediatamente.