Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

23.10.17

Obras 🔨

Acordar com obras no prédio do lado. Levar com obras no prédio ao lado do trabalho. E obras na rua do trabalho, daquelas em que se usa o martelo pneumático que faz barulho suficiente para se ouvir a dois quarteirões de distância. Nada como começar a semana em beleza.

01.09.17

Recomeços

7c987a5d065bb079575c7c870359c02d.jpg

Mais do que no início de Janeiro, sempre achei o mês de Setembro a altura de recomeçar. Depois de 3 meses de férias, era o voltar ás aulas com livros novos, colegas novos, rotinas novas. Agora, continua a ser depois das férias, não os 3 meses de antes, quem me dera, mas mesmo assim, desde que trabalho, acabo sempre por ter férias nesta altura. Depois de nos últimos tempos ter estado tudo a meio gás, com lojas fechadas, pouco movimento nas ruas, as pessoas á nossa volta também de férias, eis que tudo está de volta ao normal. E custa um pouco deixar o pequeno almoço sem pressas, as caminhadas das manhãs, o almoço sem olhar para o relógio, as tardes de sossego, de volta dos livros ou simplesmente a rebolar no sofá, o meu passeio 'comigo' depois do jantar. E custa principalmente por saber que o que vem por aí não vai ser fácil. O melhor é nem pensar muito e viver um dia de cada vez... Vem aí a minha época do ano preferida 🌰🍁🌫🌂

02.08.17

Internem-me!!

Não ponho um pé na praia há anos. Ao contrário de 99% das gentes deste paraíso á beira mar, não vou a correr para a praia assim que os termómetros começam a subir. Não é que não goste mas simplesmente não tem acontecido (coisas minhas). Adiante. Por esse motivo, o meu fato de banho (só um, lá está, sou uma ave rara, não tenho 3 dúzias a atulhar a gaveta) ainda está mais ou menos em bom estado. Apesar disso e de, repito, não por os pés na praia há anos, enfiei na cabeça que tinha que comprar um bikini. No ano passado ainda consegui ter algum juizo mas este ano, quando dei por mim, tinha comprado dois bikinis. DOIS!! Que o mais provável é que não vejam a luz do sol tão depressa. Isto é coisa de gente que não tem os cinco alqueires bem medidos, não é?

 

O que vale é que foi nos saldos. Podia ter sido pior...

 

Mas são bem giros.

18.04.17

Memórias

20170415_173002-01.jpeg

Memórias. De jogar ao mata lá ao fundo, á direita. De saltar a macaca onde hoje está uma rampa de acesso ao lado das escadas. De jogar ao berlinde do outro lado deste muro. De jogarmos á pedra na escadaria (até aparecer alguém a ralhar porque não podíamos estar todos ali a ocupar as escadas de uma ponta á outra). Do 'verdade ou consequência' no recanto do jardim que havia em frente ás escadas. De jogar á apanhada pelo meio dos arbustos e árvores. Da biblioteca no 2° andar (as janelas da direita, no 1° andar era a sala dos professores). O ginásio do lado oposto e o refeitório no andar de baixo. As aulas de ginástica no recreio lá atrás. Os campeonatos de futebol entre turmas onde só os rapazes jogavam e as raparigas ficavam de fora o torcer pelos 'nossos'. As aulas de música na cave e as de francês na sala envidraçada de onde se via a Praça de Espanha. As aulas de ciências do 1° ano onde fazíamos gato sapato da professora e cantavamos em alto e bom som ' Ei teacher! Leave the kids alone!' dos Pink Floyd. As filas para o almoço no refeitório. As aulas de Português em que a professora nos leu, um pouco em todas as aulas ao longo do ano,  'A fada Oriana' de Sophia de Mello Breyner. As corridas pelos corredores enooormes assim que tocava para a entrada ou saída. E tantas outras memórias dos dois anos que ali passei.

27.03.17

Só a mim

ec6d3929082c34c9caaa73d4f2094c39.jpg

Ás vezes, acho que a vida, ou destino, sei lá, além de me dar pontapés, ainda acha que deve gozar com a minha cara. Senão, vejamos: o meu dia a dia resume-se a casa-trabalho-casa e pouco mais. A minha agenda nunca tem grandes compromissos. Por isso, quando marco qualquer coisa nem tenho que me preocupar se há mais alguma coisa marcada para o mesmo dia.  Até que nas últimas semanas aconteceu no dia em que tinha combinado ir à BTL afinal não podia sair de casa, era sair directa do trabalho para casa (e logo nesse dia até saí mais cedo). Na 4a feira tinha marcado, já há semanas, um exame às 9 horas. Agora marcaram uma consulta para o mesmo dia... às 9.30. Tive que remarcar o exame. No próximo sábado estava combinado o jantar da malta. Resolveram antecipar o jogo do Benfica (ao contrário do que se esperava) e um de nós vai ver o jogo - os outros também mas em casa. Remarcar para o outro fim de semana a seguir. No domingo vou à caminhada da Corrida da Mulher onde pensava andar nas calmas, divertir-me e voltar sem pressas, á hora que fosse. No sábado recebi um convite, que dispensava mas de que não posso livrar-me, para um almoço de aniversário. Lá se vai a caminhada relaxada a pensar que tenho que me despachar. M€$#£@ de vida. Vai gozar com o raio que te parta!!!!

12.03.17

Até agora, para esquecer

2a feira. Amanhã. Depois de um fim de semana em que parece que fui atropelada por uma manada de elefantes em fúria, vai ser uma bela 2a feira. Vai, vai.

 

Demora muito para acabar o mês ano? É que está a ser um ano cheio de coisas boas, não haja dúvida. E a tendência não é para melhorar. A minha passagem de ano já estava a adivinhar...

 

06.03.17

Para começar bem a semana

Nada como começar bem uma semana. Tinha uma consulta para um exame de rotina marcada para hoje cedo. Levantei-me a horas (de madrugada, comparando com os outros dias) para sair de casa nas calmas. Depois de quase uma hora á espera do autocarro e de estar quase a deitar fumo, resolvo ir andando a pé. Para quê? Para, passados 30 segundos, ver o autocarro a passar por mim. Maravilha! Chego ao centro de saúde em cima da hora e ainda tenho que esperar pela funcionária para fazer a inscrição. A médica não está e sou atendida por um assistente. Para ajudar, o exame não correu lá muito bem. Continua um dia maravilhoso. Resultado: o resto do dia com uma dor de cabeça daquelas bem chatas. M€$&@ de dia!!

 

Só faltou estar a chover. O S. Pedro devia estar distraído... ☔

15.02.17

Obrigada

2017-02-15 22.26.34.png

E no dia de anos do blog, um destaque no Sapo Blogs. Obrigada, Sapinho 😄

 

E obrigada a todos os que deixaram comentários de parabéns. É bom sentir que está alguém desse lado 😚

 

02.02.17

Dia da vacina

Ontem, como fui a uma consulta da médica de família, de rotina para a revisão geral, lembrei-me que a minha vacina do tétano tinha feito 10 anos em 2016. Ao longo do ano lembrei-me dela mas como não vou assim tanto ao centro de saúde, acabei por me esquecer. Assim, aproveitei que estava no local e passei pelo piso da vacinação. Tirei a senha, inscrevi-me e fiquei à espera que me chamassem. A zona de espera não está propriamente pensada para adultos porque parece um parque de brincadeiras para miúdos. Felizmente, eram poucos os que andavam por ali em correrias e aos pinotes. E, felizmente também, não tive que esperar muito. Despachei a vacina e agora só daqui a 20 (vinte!) anos em vez dos 10 até aqui. Espero que o livro das vacinas, com tantos anos como eu, que a minha Mãe, religiosamente, mantinha em dia, já meio amarelo do tempo, cheio de carimbos e alguns rabiscos (porque em alguma altura deitei-lhe a mão e fiz dele uma tela para desenhos e rabiscos a caneta) dure até lá.

Mais sobre mim

A ler ao som da chuva

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Como nem sempre faço referência, as fotos que aqui aparecem são retiradas da internet excepto as minhas que estão identificadas. Se alguma estiver protegida por direitos de autor, agradeço que me avisem e serão retiradas imediatamente.