Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

Pingos de Chuva

Depois da chuva passar, haverá sempre um arco-iris no céu

10.09.15

Só a mim

Hoje, 19.30, hora de saída.

Depois de 1 hora para (alguém que não eu) resolver como responder a um mail e depois de finalmente acabar de o escrever, quando ía colocar o endereço (é sempre a última coisa que faço para evitar enviar sem estar concluído) o Windows Live resolver ter um fanico e, puf!, encerra o programa e o mail, já prontinho a enviar, escafede-se sem nunca ter posto os pés na pasta dos rascunhos. Dão-me dois trecos, rogo 32569 pragas, revejo mentalmente uma lista de palavras menos próprias, quase atiro o computador pela janela e começo a deitar fumo de tão furiosa. Furiosa comigo por, ao ver que estava complicado de despachar, não ter guardado uma cópia nos rascunhos. Resultado: enfiei a cabeça no caixote do lixo à procura dos apontamentos que tinha feito e lá consegui refazer o malfadado mail. Em inglês. Bem depois da hora de saída. Só a mim...

Mais sobre mim

A ler ao som da chuva

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Como nem sempre faço referência, as fotos que aqui aparecem são retiradas da internet excepto as minhas que estão identificadas. Se alguma estiver protegida por direitos de autor, agradeço que me avisem e serão retiradas imediatamente.